O que é a Felicidade?

O que é a Felicidade?

Quando peço a alguém que descreva felicidade, várias são as respostas, exemplificando: felicidade é fazer profissionalmente aquilo que se gosta, ter dinheiro, ter saúde, ter amigos, fazer festas, ser espiritualizado, ter uma família, ter filhos e assim por diante.

Percebo que para algumas pessoas, a felicidade somente será obtida após alcançar uma determinada meta ou conquistar o objeto de desejo.

É importante prestar atenção quando conduzimos nossa vida focando apenas na falta, pois podemos perder a oportunidade de “degustar” nossas conquistas que em determinados momentos do passado tanto desejamos.

Entendo felicidade como um estado de espírito, é a satisfação ao percebermos os resultados positivos dos desafios que enfrentamos ao longo de nossas vidas.  As adversidades muitas vezes nos impulsionam e provocam mudanças em nossos pensamentos e comportamentos, é o amadurecimento obtido através da ressignificação de nossas crenças mais limitantes, que por sua vez, não nos permitem ver as situações mais delicadas como fonte de aprendizado e desenvolvimento emocional.

Não se disponibilizar para tais desafios, significa deixarmos de ser protagonistas de nossa história com forte risco de nos posicionarmos como vítima atribuindo a nós mesmos, aos outros e ao mundo a responsabilidade pelos nossos insucessos.

É importante termos a atenção plena diante de uma dificuldade, observar o que exatamente pensamos e sentimos diante daquele desafio, e assim poder vivenciar tais experiências observando seu fluxo, pois se vivermos integralmente presentes seremos capazes de identificar o que fazer e onde podemos chegar.  Este processo nada mais é do que entrar em contato com nossa essência.

Todos possuímos a liberdade de escolha que nada mais é do que a capacidade de ter o controle sobre a própria vida, ter a sensação de que se é capaz de produzir algo em detrimento de si próprio. É a opção de fazermos algo que gostamos e não apenas por obrigação, eliminando-se assim qualquer possibilidade de tédio vivencial.

Felicidade é perceber o saldo positivo de tudo que se passou, comemorar e se orgulhar de que mesmo diante de inúmeras dificuldades vivenciadas é possível sair vencedor.

Passos para experimentar a conquista da felicidade:

  • Estar integralmente presente em tudo que se faz;
  • Observar sentimentos, pensamentos e comportamentos em cada momento vivenciado;
  • Reconhecer a existência de medos e bloqueios, sem autocrítica ou autojulgamento;
  • Mesmo diante dos desafios, identificar os aspectos positivos que envolvem a situação;
  • Procurar exteriorizar os sentimentos e a ansiedade, quando não conseguir falar, inicie por técnicas de respiração, meditação, exercícios físicos e fique atento aos sinais relacionados à sua saúde;
  • Inclua em sua rotina atividades que lhe dão prazer;
  • Elogie-se;
  • Arrisque; e
  • Seja Feliz…..

Texto de autoria de Selma Alves da Silva

Gostou do Artigo?

Share on facebook
Compartilhe no Facebook
Share on twitter
Compartilhe no Twitter
Share on linkedin
Compartilhe no Linkedin
Share on pinterest
Compartilhe no Pinterest
Selma Alves

Selma Alves

Psicóloga e Palestrante

DEIXE UM COMENTÁRIO